O MUNDO MUDARÁ APÓS A MORTE DE BIN LADEN?

Morreu Osama Bin Laden! O inimigo número 1 dos Estados Unidos! O homem mais procurado do mundo! O responsável pelo maior ataque terrorista da história!

O anúncio foi feito nesta madrugada pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Após uma rápida operação no Paquistão, alguns militares americanos, invadiram o local em que Bin Laden se escondia e após intenso tiroteio, explosões e até queda de helicóptero, vem a noticia: Bin Laden está morto!

Os americanos então foram para as ruas comemorar, tomados por uma histeria coletiva. Em todo o mundo as tvs noticiam o fato como uma vitória da humanidade. "A justiça foi feita" é a frase mais falada pelos líderes, na maioria ocidentais. "É um grande dia para os EUA" disse Barack Obama. E a esperança de paz toma conta de todo o mundo.

Mas, o que vai mudar? Vai ser tudo diferente? A paz tão almejada entre os povos chegará? O terrorismo acabou?

Infelizmente não ! Nada mudará! O mundo não será diferente! O sentimento de alegria que toma conta das pessoas é passageiro e terminará. Não! Não quero ser trágico! Não quero ser pessimista! Mas, preciso ser realista.  Muitas famílias que perderam seus entes queridos no 11 de Setembro de 2001, estão neste momento sentindo-se confortáveis, afinal, o causador disto tudo se foi. Mas, logo voltarão a sentir a saudade, a ausência da pessoa amada. Em todo o mundo, milhares continuarão a morrer diariamente. 

Foi assim também com Sadam Hussein e o Iraque. Me lembro bem do dia em que ví as imagens anteriores ao seu enforcamento. Alí estava uma pessoa abatida, sem esperança, prestes a morrer. Confesso que sentí pena, mesmo sabendo de todas as suas atrocidades. Ví alí um homem desprovído de poderes, um simples ser humano que poderia ter um destino diferente, caso escolheste outro caminho.

Hoje no Iraque a situação continua caótica e poucas foram as mudanças. As mortes, a fome, a desigualdade e o ódio continuam ocorrendo. Famílias choram todos os dias por alguém que morre vitíma da guerra civil no país.

No final de semana morreu um dos fiilhos do General Kadafi, ditador líbio, juntamente com seus netos num bombardeio. Será que devemos ficar contentes com isto? Vale a pena uma vida pela outra? Matam-se milhares de inocentes visando a preservação de outros? Que matemática é esta? 

O homem busca a paz através de guerras! Esquecemos que somos todos irmãos, independente de nossas nacionalidades, religiões e cor.  Agora que Bin Laden morreu, outro se levanta no lugar. As ameaças de terrorismo aumentam, prometendo vingar o seu martírio. E assim caminha humanidade. Nesta luta todos perdem! O amor ao próximo é deixado de lado! Agora é cada um por sí!

Mas uma coisa me deixa feliz! Há mais de 2000 anos atrás alguém deixou de lado todo o Seu Poder, Toda a Sua Glória para cumprir um propósito. Um plano de resgate para a humanidade . Ele era Deus, mas deixou tudo e viveu em nosso meio como um de nós. Sofreu o que sofremos e muito mais do que podemos imaginar. Sentiu na pele toda injustiça, ódio, acusação. Seu próprio povo o condenou a crucificação. O seu crime? Amar a todos, curar, fazer o bem, sem esperar nada em troca. Ele poderia ter desistido, ter fugido, ter acabado com tudo, mas não quis. Pelo contrário, pediu a Deus Pai que perdoasse a todos aqueles que o penalizavam e também a todos que ainda viriam. Pelo seu sangue os nossos pecados são perdoados. O castigo  que nos traz a Paz estava sobre Ele e pela Suas pisaduras fomos sarados. A Sua morte nos trouxe vida e com abundância.

Enquanto o homem não entender isto, as coisas não mudarão. Não é necessário uma vida pela outra, pois Jesus já fez isto por nós. Cada um  precisa fazer ao outro aquilo que gostaria que lhe fosse feito. Guerra somente traz mais guerras. A verdadeira Paz somente em Jesus!

Sem mais, fiquem na Paz!

Fábio