segunda-feira, 18 de abril de 2011

TEM FOGO AÍ ?


"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." (Mateus 24:12)

O ser humano a cada dia fica mais insensível. A frieza expressada mediante aos fatos que deveriam comover é de assustar. Recentemente, após o assassinato de 12 crianças na escola em Realengo-RJ, várias comunidades surgiram no Orkut apoiando o assassino, ou parabenizando de alguma forma. As pessoas realmente estão com a mentes e sentimentos cauterizados. Onde está o amor pelo próximo? Como um fato que deveria nos deixar tristes, preocupados, abatidos, pode trazer a tona sentimentos de satisfação ou de vanglória? Muitos não tem mais amor nenhum, os seus corações estão frios, outros já estão num estado de hipotermia.

A hipotermia ocorre quando a temperatura corporal do organismo cai abaixo do normal (35°C), de modo não intencional. Aqueles que estão neste estado em relação ao amor, foram aos poucos colocando entulhos no coração, que fizeram a chama apagar ao ponto de não sentirem  mais nada. Na hiportemia se a temperatura ficar abaixo de 32°C, a condição pode ficar crítica ou até fatal. Não podemos deixar que isto ocorra nas nossas vidas ou ao nosso redor. Para combater esta hiportemia sentimental temos que despertar a chama do amor dentro das pessoas. Jesus fez isto! O Seu amor por nós é muito grande. E assim como Ele nos amou, mostrou que devemos amar o nosso semelhante. A dor do nosso próximo tem que ser a nossa, sua alegria também! O amor tem que estar ardendo dentro de nós. Uma pequena faísca pode incendiar grandes territórios. O fogo  quando colocado ao lado do gelo, aos poucos, vai produzindo calor de maneira que o gelo se derrete. Assim também, a chama que existe em nós, pode multiplicar-se e esquentar corações gelados,  mas, se ficar guardada de nada valerá.

Não deixe a chama do amor esfriar dentro do seu coração. Se você tem fogo, coloque para queimar!  

I CORINTIOS 13

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor."

Sem mais, fiquem na Paz!

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...