Pular para o conteúdo principal

NOVO FILME DE SUPERMAN RESGATA PARALELOS COM JESUS CRISTO!


Segundo reportagem no site UOL, o diretor informa que o novo filme que estréia em julho no Brasil, traça paralelos entre o herói Superman e Jesus Cristo, resgatando uma mensagem que era veiculada nas primeiras histórias, mas, conforme o tempo passou se perdeu. Ainda segundo o diretor o personagem é messiânico e o filme tem raízes no velho e novo testamento e influências do mito Moisés.




Não sei quais serão estes paralelos nem o que pretendem com isto. A verdade é que a história de Cristo não é bonita quando vista pelos olhos humanos. Os próprios Judeus esperavam um super herói que os livraria da servidão do Império Romano, mas quando Jesus veio não o aceitaram, por que Ele pregava um reino espiritual e a libertação da servidão, não dos romanos, mas do pecado. Por isso mesmo qualquer retrato ou semelhança vem com severas distorções que levam muitos incautos ao engano. Diferente dos super-heróis das histórias em quadrinhos Jesus viveu como homem e padeceu muitas dificuldades. Em períodos de sua vida até mesmo sua família o via como louco. Foi injuriado, acusado e se entregou numa cruz por nós. Veja o que Isaías profetizou 700 anos do seu aparecimento:


"Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?

Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos.Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido.E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores. "


Isaías 53:1-12


Podem comparar Jesus ou traçar paralelos com qualquer história de ficção, mas a verdade é que aquilo que Jesus fez ninguém faria ou poderia fazer. O amor de Deus é maior do que pensamos ou podemos medir e toda forma de pensamento humano para definir Jesus nunca alcançará a sua grandeza. Jesus morreu e ressuscitou por nós mesmo não sendo merecedores. Portanto, posso dizer com propriedade que todo este "paralelo" não passa de propaganda.

Quer saber mais sobre Jesus? Então leia a bíblia! Quer ser salvo? Aceite a Jesus! Quer ser perdoado? Jesus morreu por nossos pecados! Quer ser uma nova pessoa? Na ressureição de Jesus ganhamos vida nova! Quer ser livre? Jesus é a verdade que liberta! Só Jesus! 

Abaixo a reportagem completa sobre o filme.


Sem mais fiquem na Paz! 



O Homem de Aço | Novo filme de Superman resgata paralelos com Jesus Cristo


O diretor Zack Snyder e o roteirista David Goyer falam sobre simbolismos e destruição promovida por deuses


Érico Borgo

03 de Junho de 2013



"Quando você tem dois deuses batalhando, é como se o seu mundo fosse feito de papel", disse Zack Snyder, o diretor de O Homem de Aço. "Deuses não são cuidadosos. Um deles é, pelo menos, mas isso não importa muito no calor da batalha", comentou em coletiva de imprensa na tarde de sexta em Los Angeles, referindo-se aos antagonistas do filme, Superman (Henry Cavill) e oGeneral Zod (Michael Shannon).

O exagero na ação e destruição desses encontros é um contraponto interessante no filme com os temas e simbolismos. "Nosso objetivo foi pegar um quadrinho e levá-los às telas da melhor maneira possível, sem preocupações com realismo e fatos do mundo real. É uma obra de ficção, mas com preocupações verdadeiras sobre o que ela representa. Superman é uma metáfora sobre encontrar seu lugar no mundo, para essa jornada. Todo mundo é incompreendido quando jovem, quando criança. Esse um sentimento universal", segue Snyder.

Segundo o roteirista David Goyer, "todos conseguem se identificar com não ser compreendido e buscar seu lugar no mundo. Mas a grande diferença é que Kal-El tem a responsabilidade de escolher entre mudar o planeta ou não. Ele conta com os ensinamentos de seus pais para escolher, mas ao final é a voz de seu pai biológico, Jor-El, que o guia na decisão definitiva. Kryptonianos não escolhem seus destinos - essa é a diferença fundamental entre os humanos e eles".





Uma das grandes preocupações sobre o papel do Superman nos dias de hoje, quando há super-heróis muito mais "malandros" nas telas, é como torná-lo "bacana" outra vez. "Superman é legal? É legal fazer o certo. Ele é um trabalhador voluntário em escala global, alguém que não busca glórias pelo que faz. Superman é legal, sim", garante Snyder.




O simbolismo religioso é outro elemento que O Homem de Aço resgata. "A relação entre Jesus Cristo e Superman não foi inventada por nós. Existe desde a criação do personagem. Mas é uma dessas coisas que desapareceram nas últimas décadas... eu achei que deveríamos voltar a falar dessa mitologia e da importância desse personagem e sua relevância para o momento", explica Snyder. "A mitologia da história estabelece um paralelo interessante com a história de Cristo, dando uma camada de interesse extra ao filme. Filosofia, religião, respeito aos quadrinhos, tudo isso nos interessou".


Goyer também exalta outras referências mitológicas "O mito de Moisés é outra influência. Superman tem raízes no Novo e também no Velho Testamento. Ele é um personagem messiânico e ao mesmo tempo meio Beowulf, meio Gilgamesh, entre outros heróis clássicos que representam a conciliação entre os deuses e nós".


O Homem de Aço estreia em 14 de junho nos EUA e 12 de julho no Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE EU FAÇO NÃO ENTENDES AGORA!

Pedro não estava entendendo o gesto de Jesus em lavar os pés dos discípulos e não queria aceitar aquela atitude do Mestre. Mas Jesus sabia o que estava fazendo e queria mostrar mostrar algo mais para eles.

“Respondeu-lhe Jesus: O que eu faço, tu não o sabes agora; mas depois o entenderás” (João 13.7)
Quando Jesus nos promete algo, a nossa ansiedade nos leva a querer saber o que irá acontecer, como Ele vai fazer, quando vai ocorrer. Não raramente acabamos por querer influenciar de alguma maneira. Buscamos situações que se encaixam naquilo que Ele prometeu. Se é benção material pensamos na origem do dinheiro, como virá, será que vou ganhar algum prêmio? Será que vou receber de alguém? Se é benção espiritual, achamos que acontecerá no dia em que vem um pregador de renome na igreja ou um irmão com dons espirituais. Quando não ocorre nestas ocasiões costumamos nos entristecer e desanimar e em casos mais extremos pensarmos que não ocorrerá mais.
Mas, não se preocupe! Em Isaías 55:9 está escrit…

PERDER PARA GANHAR!

Todo ser humano gosta de competir, mostrar força, inteligência e habilidade. Somos criados assim. Desde os primeiros anos escolares nos incentivam a sermos melhores na escola, nos jogos, nas brincadeiras. Na faculdade, somos levados a olhar nossos colegas de classe como concorrentes no mercado de trabalho e por isso precisamos ser melhor que eles e assim vai. Não aceitamos perder, temos que ganhar sempre.  Mas e quando a perda chega ? Como lidaremos com ela? Estamos preparados para perder?

Quando olhamos para a Igreja contemplamos muitos que permanecem na visão do ganhar sempre. Frequentam a igreja buscando conseguir carros, casas, bons salários, enfim, toda sorte de bençãos materiais.

Deus em sua infinita sabedoria não vê como o homem e consequentemente trabalha de maneira diferente.  O trabalhar de Deus na vida do homem envolve perdas. O o mais importante para Ele é a Salvação do ser humano.

"Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" Marcos …