Pular para o conteúdo principal

ENTREVISTA COM O PASSADO - O APÓSTOLO PAULO E A SUA CONVERSÃO!

Resultado de imagem para microfone entrevista

E se pudéssemos voltar ao passado e entrevistar personagens bíblicos ou homens usados por Deus que viveram séculos atrás? E se pudéssemos perguntar a eles sobre os assuntos que atingem o mundo em que vivemos e também a igreja? Como seria se pessoas que viveram grandes experiências com Deus e Jesus, que tem seus nomes citados por gerações, pudessem nos contar de suas experiências? Pois bem, a partir de agora transcreverei, em forma de entrevista o que foi dito por estes homens e o que os registros sobre eles tem a nos ensinar, seja através da bíblia, de sua biografia ou de sua bibliografia.

Paulo e sua conversão!

A entrevista de hoje é com o apóstolo Paulo conhecido pelo seus ensinamentos através de suas cartas, que teve um encontro com Cristo e que partir daí passou de perseguidor dos cristãos a perseguido.

-Autor do Blog: Paz Irmão Paulo, gostaria que falasse um pouco de você.
-Paulo: Sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia. Fui educado rigorosamente na Lei de nossos antepassados, aos pés de Gamaliel, sendo tão zeloso por Deus. (Atos 22.3).

-Autor do Blog: Mas porque a perseguição aos cristãos no começo? Conte nos o que aconteceu.
-Paulo: Persegui os seguidores do Caminho até a morte, algemando tanto homens quanto mulheres e jogando-os no cárcere, como bem pode testemunhar o sumo sacerdote, assim como todo o conselho dos anciãos. Visto que deles recebi cartas requisitando a cooperação dos irmãos, e segui para Damasco, com a finalidade de deter e trazer algemados para Jerusalém os que ali estivessem para serem severamente punidos. (Atos 22.4-5)


-Autor do Blog: Mas o que mudou já que o senhor era tão zeloso pela Lei? Por que o senhor deixou de perseguir os cristão e se juntou a eles?
-Paulo: Preste atenção no que vou falar! Foi uma coisa tremenda que aconteceu: Por volta do meio-dia, enquanto me aproximava de Damasco, de repente, uma fulgurante luz vinda do céu reluziu ao meu redor. Caí por terra e ouvi uma voz que me indagava: ‘Saulo, Saulo, por que me persegues? Diante disso, perguntei: Quem és tu, Senhor? Ao que Ele me afirmou: ‘Eu Sou Jesus, o nazareno, a quem persegues! E aqueles homens que me acompanhavam também viram o brilho da luz, mas não compreenderam a voz daquele que falava comigo. Então inquiri: Senhor, que devo fazer? E o Senhor me ordenou: ‘Levanta-te e segue para Damasco, onde te será comunicado tudo o que necessitas fazer’. (Atos 22.6-10)


-Autor do Blog: É verdade que ficou cego? Como voltou a ver?
-Paulo: Sim. Tendo ficado cego devido ao intenso resplendor daquela luz, cheguei a Damasco guiado pela mão dos meus companheiros de viagem.Um homem piedoso segundo a Lei, chamado Ananias, e muito respeitado por todos os judeus que ali moravam, veio ao meu encontro e, colocando-se de pé ao meu lado, determinou: irmão Saulo, recupera a tua visão! Em seguida ele me revelou: ‘O Deus dos nossos antepassados te escolheu para conheceres sua vontade, veres o Justo e ouvires a Palavra da sua própria boca. Pois serás sua testemunha, perante todas as pessoas, dos sinais que tens visto e ouvido. E, agora, o que mais esperas? Levanta-te, sê batizado e lava os teus pecados, invocando o Nome do Senhor’.(Atos 22.11-16)

-Autor do Blog: Que história meu irmão! Então, você achava que estava fazendo o certo, porém você quando perseguia os cristãos na verdade estava contra o próprio Jesus e agora Ele mesmo pede que você testemunhe dele. Imagino que você deve ter ficado com medo do que iriam te dizer ou não?
-Paulo: Sim, fiquei com medo, quando retornei a Jerusalém, estando eu a orar no templo, caí em êxtase e vi o Senhor que me ordenava: ‘Apressa-te e sai logo de Jerusalém, porquanto não receberão o teu testemunho acerca da minha pessoa! Ao que eu indaguei: Mas Senhor, todos eles sabem que eu fui o responsável pela detenção e encarceramento dos que criam em Ti e os açoitava de sinagoga em sinagoga. E mais, quando foi derramado o sangue de Estevão, tua testemunha, eu lá estava pessoalmente observando tudo, dando minha aprovação e tomando conta das capas dos que o matavam. Contudo, o Senhor me ordenou: ‘Vai, porque Eu te enviarei para longe, aos gentios!’, Então não tive dúvidas pois era Deus que falava comigo (Atos 22.16-21) 

-Autor do Blog: Irmão Paulo, realmente o Senhor mudou a sua vida! Vejo que Deus é poderoso para transformar o homem em uma nova pessoa e usá-lo para o bem. Obrigado pela sua entrevista e conto com sua participação em mais assuntos. Ainda quero saber se o senhor é casado ou não.
-Paulo: Eu te encorajo solenemente, na presença de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, por ocasião da sua manifestação pessoal e mediante seu Reino:Prega a Palavra, insiste a tempo e fora de tempo, aconselha, repreende e encoraja com toda paciência e sã doutrina. Porquanto, chegará o tempo em que não suportarão o santo ensino; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, reunirão mestres para si mesmos, de acordo com suas próprias vontades. Tais pessoas se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Tu, no entanto, sê equilibrado em tudo, suporta os sofrimentos, faze a obra de um evangelista e cumpre teu ministério. Quanto a mim, já estou sendo derramado como vinho na oferta de libação. O momento da minha partida se aproxima. Combati o bom combate, completei a corrida, perseverei na fé! Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me concederá naquele Dia; e não somente a mim, mas certamente a todos os que amarem a sua vinda. (II Timóteo 4.1-8)

-Autor do Blog: Obrigado pelas palavras irmão Paulo! 

Sem mais fiquem na Paz

Fábio 

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE EU FAÇO NÃO ENTENDES AGORA!

Pedro não estava entendendo o gesto de Jesus em lavar os pés dos discípulos e não queria aceitar aquela atitude do Mestre. Mas Jesus sabia o que estava fazendo e queria mostrar mostrar algo mais para eles.

“Respondeu-lhe Jesus: O que eu faço, tu não o sabes agora; mas depois o entenderás” (João 13.7)
Quando Jesus nos promete algo, a nossa ansiedade nos leva a querer saber o que irá acontecer, como Ele vai fazer, quando vai ocorrer. Não raramente acabamos por querer influenciar de alguma maneira. Buscamos situações que se encaixam naquilo que Ele prometeu. Se é benção material pensamos na origem do dinheiro, como virá, será que vou ganhar algum prêmio? Será que vou receber de alguém? Se é benção espiritual, achamos que acontecerá no dia em que vem um pregador de renome na igreja ou um irmão com dons espirituais. Quando não ocorre nestas ocasiões costumamos nos entristecer e desanimar e em casos mais extremos pensarmos que não ocorrerá mais.
Mas, não se preocupe! Em Isaías 55:9 está escrit…

PERDER PARA GANHAR!

Todo ser humano gosta de competir, mostrar força, inteligência e habilidade. Somos criados assim. Desde os primeiros anos escolares nos incentivam a sermos melhores na escola, nos jogos, nas brincadeiras. Na faculdade, somos levados a olhar nossos colegas de classe como concorrentes no mercado de trabalho e por isso precisamos ser melhor que eles e assim vai. Não aceitamos perder, temos que ganhar sempre.  Mas e quando a perda chega ? Como lidaremos com ela? Estamos preparados para perder?

Quando olhamos para a Igreja contemplamos muitos que permanecem na visão do ganhar sempre. Frequentam a igreja buscando conseguir carros, casas, bons salários, enfim, toda sorte de bençãos materiais.

Deus em sua infinita sabedoria não vê como o homem e consequentemente trabalha de maneira diferente.  O trabalhar de Deus na vida do homem envolve perdas. O o mais importante para Ele é a Salvação do ser humano.

"Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" Marcos …