Pular para o conteúdo principal

NÃO QUERO O NATAL!




Quando chega a época do Natal é comum vermos discussões acirradas em vários sites ou blogs sobre a comemoração desta data. Uns apresentam motivos para comemorar, outros para não. Uns dizem ser de origem pagã, outros que é cristã e assim o assunto não termina, na maioria das vezes mais confunde do que ajuda.

Não vou aqui expor motivos contra ou a favor. Sinta-se a vontade para comemorar ou não. Mas, tenha sempre em mente que precisamos agradecer a Deus, em todo o tempo,  por enviar o seu filho único para nascer e viver como homem em nosso meio e depois morrer por nós, para nossa redenção. Isto sim é o motivo maior, que deve ser celebrado, não só no dia 25 de Dezembro, mas todos os dias, anos e até o fim da vida. Mas, se andamos esquecidos e não temos agradecido, faça deste dia, um dia especial de devoção a Deus e a seu filho Jesus, enfatizando não os presentes mas o amor de Deus por nossa vida.

Se quer motivos contra ou favor não os darei, porém, se quer agradecer, faça pelos motivos abaixo:

O Nascimento de Jesus é fruto de promessas de Deus. Isaías 7.10-16; 9.1-7

A encarnação de Jesus é obra do Espírito Santo. Mt 1.20; Lc 1.35

Deus enviou seu Filho ao mundo... João 3.17; 1 João 4.9

O mundo estava em trevas. O povo que jazia em trevas viu grande luz... Mt 4.16

E o Verbo se fez carne (encarnação) e habitou entre nós... e vimos a sua glória... João 1.14

Ele é o Rei porque o governo está sobre seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.   Isaías 9.6

Sem mais, fiquem na Paz!

Fábio 

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE EU FAÇO NÃO ENTENDES AGORA!

Pedro não estava entendendo o gesto de Jesus em lavar os pés dos discípulos e não queria aceitar aquela atitude do Mestre. Mas Jesus sabia o que estava fazendo e queria mostrar mostrar algo mais para eles.

“Respondeu-lhe Jesus: O que eu faço, tu não o sabes agora; mas depois o entenderás” (João 13.7)
Quando Jesus nos promete algo, a nossa ansiedade nos leva a querer saber o que irá acontecer, como Ele vai fazer, quando vai ocorrer. Não raramente acabamos por querer influenciar de alguma maneira. Buscamos situações que se encaixam naquilo que Ele prometeu. Se é benção material pensamos na origem do dinheiro, como virá, será que vou ganhar algum prêmio? Será que vou receber de alguém? Se é benção espiritual, achamos que acontecerá no dia em que vem um pregador de renome na igreja ou um irmão com dons espirituais. Quando não ocorre nestas ocasiões costumamos nos entristecer e desanimar e em casos mais extremos pensarmos que não ocorrerá mais.
Mas, não se preocupe! Em Isaías 55:9 está escrit…

PERDER PARA GANHAR!

Todo ser humano gosta de competir, mostrar força, inteligência e habilidade. Somos criados assim. Desde os primeiros anos escolares nos incentivam a sermos melhores na escola, nos jogos, nas brincadeiras. Na faculdade, somos levados a olhar nossos colegas de classe como concorrentes no mercado de trabalho e por isso precisamos ser melhor que eles e assim vai. Não aceitamos perder, temos que ganhar sempre.  Mas e quando a perda chega ? Como lidaremos com ela? Estamos preparados para perder?

Quando olhamos para a Igreja contemplamos muitos que permanecem na visão do ganhar sempre. Frequentam a igreja buscando conseguir carros, casas, bons salários, enfim, toda sorte de bençãos materiais.

Deus em sua infinita sabedoria não vê como o homem e consequentemente trabalha de maneira diferente.  O trabalhar de Deus na vida do homem envolve perdas. O o mais importante para Ele é a Salvação do ser humano.

"Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" Marcos …