sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Quero, fica limpo!



As trevas, no princípio da criação, ouviram a voz do Altíssimo, ordenando: “Haja luz” (Gênesis 1.3), e imediatamente houve luz. A palavra do Senhor Jesus é tão majestosa quanto aquela palavra de poder no princípio. A redenção, assim como a criação, tem a sua palavra de poder. Jesus fala, e as coisas se fazem. 

Resultado de imagem para quero se limpoA lepra não se rendia a nenhum remédio humano, mas fugiu imediatamente ante a vontade do Senhor -“Quero”. Essa doença não evidenciava qualquer sinal ou indício de recuperação. A natureza do próprio doente em nada contribuía para a cura, mas a palavra por si mesma efetuou todo o trabalho imediatamente e para sempre.

O pecador está dominado por uma praga mais miserável do que a lepra. Ele, imitando o leproso, deve ir a Jesus, implorando e prostrando-se diante dele (ver Marcos 1.40). Deve exercitar a pequena fé que possui, ainda que não possa ir além de clamar: “Senhor, se quiseres, podes purificar-me”. Não pode haver dúvidas quanto ao resultado. Jesus purifica todos os que vêm a Ele e não rejeita ninguém.

Ao ler o versículo deste dia, observe que Jesus tocou o leproso. Esse homem impuro quebrou as regras da lei cerimonial e entrou apressadamente na casa, mas Jesus, longe de repreendê-lo também quebrou a lei cerimonial para ir ao encontro do leproso. Com ele Jesus fez uma troca, pois enquanto o limpou, contraiu, por aquele toque, uma profanação levítica. Semelhantemente, Jesus foi feito pecado por nós, embora em Si mesmo não tenha conhecido qualquer pecado, para que fôssemos feitos justiça de Deus. 

Se os pecadores infelizes fossem a Jesus, crendo no poder de sua bendita obra vicária, logo conheceriam o poder de seu toque gracioso. A mão que multiplicou pães, que levantou o apóstolo das águas do mar, que sustenta os crentes em aflições, que os recompensa -essa mesma mão tocará o pecador que O busca e imediatamente o tornará limpo. O amor de Jesus é a fonte da salvação. Ele ama, Ele vê, Ele nos toca, e vivemos!


Sem mais, fiquem na Paz!

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

JESUS. PROPRIETÁRIO OU INQUILINO?

Resultado de imagem para inquilino ou proprietário
Só é possível manter o coração em total proteção, guardado das contaminações desse mundo, entregando para Jesus morar. Ele deve ser o proprietário, ter acesso a tudo, fazer o que quiser. O problema é que muitas vezes O tratamos como um inquilino. 

Vejamos a diferença:.

Proprietário: aquele que possui algo; quem tem a posse de; que tem e exerce poder e controle sobre; sempre tem razão em qualquer situação.

Como proprietário Jesus tem acesso a todos os lugares do nosso coração. Pode fazer as mudanças que quiser. Vai limpar, reformar, deixar da melhor forma possível. Ele vai controlar o que entra e o que sai, protegendo de tudo que considere maléfico e permitindo o que é benéfico.

Inquilino: Sujeito que reside num imóvel que não lhe pertence; aquele que vive num local que foi alugado;

Como inquilino do nosso coração, Jesus terá acesso limitado. Não será permitido fazer mudanças profundas sem consentimento. Também não poderá mexer em algumas áreas. 

Como inquilino Jesus pode ser tirado a qualquer momento para entrada de outros moradores. Como inquilino Ele paga o preço por nós, entrega sua vida na Cruz, derrama o Seu sangue, porém não entregamos definitivamente o nosso imóvel chamado coração a Ele.

Pense nisto:

Jesus é proprietário ou inquilino do seu coração?

Sem mais, fiquem na Paz!

Fabio


Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...